OS ÚNICOS REPRESENTANTES DE ROBERT MCKEE, O MESTRE QUE ENSINOU A PIXAR A ESCREVER ROTEIROS

EM 1 MINUTO SAIBA COMO FAZEMOS

DEFINIR UM ASSUNTO A SER CONTADO É FÁCIL.

CRIAR UM TEMA QUE RESPEITE UM VALOR UNIVERSAL PARA SUA AUDIÊNCIA, É ARTE.

A diferença entre um roteiro medíocre e um bom roteiro é a profundidade no tema.

 

Antes de começarmos a escrever um roteiro nós descobrimos qual é o tema envolvido e avaliamos se ele é interessante para a audiência.

Escrever o roteiro é consequência.

O TEMA É O SUBTEXTO

DA SUA HISTÓRIA

Star Wars é mais do que a guerra entre o bem e o mau no espaço.

É sobre legado e a importância de controlarmos nosso “dark side” para convivermos em paz.

ET é mais do que um menino ajudando um ser que veio do espaço a voltar pra casa.

É sobre amizade, lealdade e a importância de olharmos para o outro e não só para o nosso “umbigo”.

Avengers é mais que um grupo de super-heróis querendo combater vilões.

É sobre convívio com as diferenças e o poder de formarmos um grupo com o mesmo desejo.

ESCREVER É FÁCIL.

ESCREVER ALGO QUE VAI TOCAR O CORAÇÃO DA SUA AUDIÊNCIA POR MUITO TEMPO, É ARTE.

Existe sim técnica para escrever roteiros. Uma das maiores inspirações da PLOT é Robert McKee, que já ajudou mais de 60 roteiristas a ganharem o Oscar com seus ensinamentos.

 

Ele também ensinou a PIXAR em 1994, a criar roteiros memoráveis. TOY STORY foi o primeiro resultado deste ensinamento.

 

A partir dai toda uma indústria da emoção foi criada.

Descobrimos que todo filme de Hollywood que se tornou um sucesso de bilheteria e vive por muito tempo, tem um padrão de princípios, elementos e técnicas. Entendemos o que existe de padrão no melhor de Hollywood e trouxemos para nossa criação de roteiros.

HISTÓRIAS EM SÉRIE

UMA SÉRIE DE HISTÓRIAS

COMEÇAR A GRAVAR É FÁCIL.

CONSEGUIR IMAGINAR UM ROTEIRO EM FORMA DE CENAS DRAMATIZADAS, PRODUZIR E EDITAR DE UM JEITO QUE A AUDIÊNCIA PENSE "NÃO PODERIA SER DIFERENTE, ISSO É ARTE.

Depois de ter um roteiro pronto, as possibilidades são enciclopédicas para que ele ganhe vida e se torne um filme.

  • Câmera aberta

  • Banco de Imagens (CUIDADO!!!)

  • Animação

  • Intervenções gráficas

  • Letterings

  • Cartelas com conteúdo complementar

  • Trilha sonora

  • Locução

  • Efeitos sonoros

  • Narração

  • Atuação (trabalho com atores)

A decisão da melhor maneira de produzir vai depender de:

  • Perfil da audiência

  • Budget

  • Mensagem a ser passada

Vídeos institucionais tradicionais são cliché. O cliché não vai despertar interesse.

Se você quer ser interessante, seja original. Mesmo com algo que já foi feito antes, faça de uma forma original.

UMA BOA HISTÓRIA PERMITE VIVERMOS UMA VIDA DE OUTRAS PESSOAS QUE NÃO SEJAM AS NOSSAS. E ASSIM, APRENDEMOS, CRESCEMOS, AMADURECEMOS. ISSO É ARTE.

SHOW. DON’T TELL. Quanto mais você dramatizar aquilo que quer transmitir, melhor será a compreensão e o envolvimento da audiência. Se tentar explicar muito vai ficar confuso e difícil de entender.

Juntar imagens de bancos na internet, colocar uma música emocionante e uma locução com mensagens solta, isso é fácil. Criar uma história que seja única e faça as pessoas quererem compartilhar, isso é arte!

ESCREVER É O STORY.

PRODUZIR É O TELLING.

logo_plot_home.png

Rua Doutor Renato Paes de Barros, 717

Itaim Bibi - São Paulo. CEP: 04530-001 | SP

MENU

Fale com a gente!

11 3900-2200

contato@theplotcompany.com

® The Plot 2020.
Todos os direitos reservados.