DICAS PODEROSAS PARA O(A) "APRESENTADOR(A)"

As pessoas vão esquecer o que você disse, vão esquecer o que você fez, mas nunca vão esquecer como você as fez sentir. - Maya Angelou



1) NÃO DECORE, ENTENDA


Muitos clientes quando nos contrata para melhorar sua performance em reuniões, seja com uma ou muitas pessoas, chegam de forma viciada em tentar decorar o que apresentar.


Vários problemas com a “decoreba”:

  • Se você esquece, vai ficar nervoso(a)

  • A audiência percebe que você não domina o assunto pois não consegue dar fluência e falar de forma natural

  • Seu repertório fica limitado ao que você decorou, matando assim o improviso e ideias que surge no momento da apresentação

  • entre outros problemas

No lugar disso, saiba qual é o tema central (a mensagem principal) e entenda a história que será contada.


Ao ter a história na cabeça você se sentirá muito mais seguro(a) e poderá inclusive improvisar.

A audiência agradece!



2) USE O DIÁLOGO INTERNO A SEU FAVOR


Nós somos dominados pelo que sentimos e falamos pra gente mesmo. São esses pensamentos, que chamo aqui de diálogo interno que define o sucesso ou fracasso de uma apresentação.


Geralmente, as pessoas usam esse diálogo para expressar tudo aquilo que está sentindo de ruim, e tudo que pode dar errado. Claro que não tem como dar certo.


Transforme seu diálogo interno em algo que te impulsiona e facilita estar num estado de excelência.

Fácil assim? Não, você precisa fazer a lição de casa antes da apresentação, ou seja, dominar a história, ensaiar muito e uma dica que tem funcionado demais, antes de entrar para fazer a apresentação lembre de situações em que você se sentiu seguro(a) e sua audiência confiou em você. Leve esse estado para o “palco”.


A audiência agradece!



3) O PPT NÃO É O PROTAGONISTA


O PowerPoint é só uma ferramenta que pode destruir sua apresentação ou valorizar suas mensagens. Mas não é ele que faz isso acontecer. A responsabilidade é toda sua e de como você o utiliza.

Pense que você tem um ponto de vista, uma ideia, e que a audiência está lá pois algo lhe falta.

O objetivo não é apresentar um PPT mas sim transmitir a ideia e garantir que a audiência vai se lembrar por muito tempo. Por isso, não dependa do software. Seja você o protagonista.


Ou melhor, faça a sua audiência sentir que ela é a protagonista de algo que você está entregando “de bandeja”, pois você está lá para servir.


A audiência agradece!



4) USE O SILÊNCIO A SEU FAVOR


OBS: Sim, eu sei que a imagem não combina com o título. Mas mostra que depois que você fala algo de muito impacto, o silêncio é necessário (poucos segundos). Neste caso, Steve Balmer estava "pirando" como ele faz em muitas apresentações, só que ele não fica assim o tempo todo. Suas pausas são fundamentais, até para ele respirar!


A maioria dos meus clientes quando se apresentam antes de fecharmos algum projeto, começam a falar e não param. Até parecem que pararam de respirar. E tudo soa como uma só frase.


O ser humano aprende por blocos de informações. Entregue suas mensagens em forma de “cenas” que tem seu começo, meio e fim. Dê uma pausa nos momentos mais importantes e entre as cenas.

O silencio vai ajudar a audiência a “digerir” o que você está oferecendo.

Além de te ajudar a organizar a próxima “cena”.


Fale com uma variação de tom, trazendo a emoção na hora certa. Se expresse pensando que a cada fala a audiência sente algo. Não tem como ela ficar neutra. Pode até estar pensando em outra coisa. E neste caso o sentimento dela é de “saco cheio” da sua apresentação. O seu trabalho como apresentador é gerenciar a atenção e conduzi-la para um desfecho. A audiência agradece!


A audiência agradece!



E para finalizar, uma apresentação minha de 2009 mas que está super atual. Se falo deste assunto tenho que dar o exemplo!



By Joni Galvão

Fundador & CEO da The Plot

www.jonigalvao.com.br


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo